Como ter dinheiro para viajar?

Bom, este tema na verdade surgiu após uma conversa entre colegas sobre a Mega-Sena, loto e outras loterias. A pergunta foi: O que você faria se ganhasse 1 milhão de reais? E no meio da conversa acabei por ver que muita coisa que para mim é comum ou natural não é para muita gente. Eles recomendaram que eu fizesse este post porque provavelmente ajudaria muita gente a viajar mais e melhor. Então vamos lá.

A resposta mais óbvia que dei se ganhasse um milhão de reais líquido de impostos foi:

“Ah a primeira coisa que eu faria seria conferir se realmente há um milhão de reais aí! 1.000.000,00 😜🤑”.

E enquanto a maioria falava em comprar um carro mais potente, uma casa, duas casa, uma para alugar e outra para morar, eu falei: eu investiria tudo primeiro e depois iria viajar só com o rendimento.

Então as pessoas ficaram me olhando como se eu fosse um E.T. uai, mas você não compraria nada? O que me levou a explicação a seguir.

1- Aplique seu dinheiro.

Respondi, sim compraria, as passagens aéreas, as estadias, os passeios. Gente, eu iria usar o rendimento para poder viajar.

Mas para sempre ter algum rendimento é necessário primeiro aplicar o dinheiro, senão ele vai se corroendo ou acabando, a medida que vamos usando ou a inflação subindo.

Então fiz uma explicação rápida. Se você aplicar o seu milhão de reais em algo que renda pelo menos 0,5% ao mês, você terá 5.000,00 por mês. Todos os meses. Isso já é uma bela de uma grana.

Ao que me disseram: “Ah, mais só com 5 mil você não consegue viajar para a Europa! Ainda mais você que gosta de viajar para o exterior.” Ao que respondi: consegue sim, o que nos leva a segunda dica:

2- Aprenda a poupar dinheiro.

Ora, se você tem $ 5.000,00 por mês e tem uma viagem que custa 10.000,00 no total. (isso é apenas um exemplo). É simples de resolver, basta você poupar em um mês os 5 mil que no próximo mês você terá $ 10.000,00. Você economiza hoje, para usar amanhã. O que nos leva também a terceira dica.

3- Aprenda a parcelar a viagem sem parcelar no cartão.

E aqui eu “ensino” como você consegue parcelar a viagem e mesmo assim pagá-la a vista! Já explico.

O parcelar a viagem a que me refiro, seria dividir os custos da viagem em grupos de custos. A experiência me mostra que os principais tipos são:

  • Deslocamento (passagem aérea, de ônibus, trem, ou cruzeiros, lanchas, moto).
  • Hospedagem (hotéis, hostel, lugares em que você se hospedará).
  • Comidas e passeios. Juntei os dois porque muitas vezes a alimentação está dentro de um passeio.

Separando os grupos de gastos você consegue pagar a vista cada um deles, perguntar sobre um desconto, e parcelar os custos da viagem sem usar o parcelamento do cartão de crédito.

Assim, no primeiro mês você compra o transporte, no segundo mês você reserva as estadias, no terceiro você contrata passeios, para aquelas datas, ou reserva o dinheiro para passeios.

Claro que nestes custos não está abrangida toda a lista, eles são apenas os que se repetem em quase todas as viagens. O objetivo é mostrar que você pode já deixá-los pagos e assim fazer uma viagem sem ter de pagar tudo na hora. Esta dica fica mais interessante em um cenário de alta do dólar. Pois se você pagar antes da subida do dólar, pega um câmbio mais favorável.

Em um próximo POST coloco as dicas sobre o dinheiro para a viagem em si. Que você leva para gastar na hora, para suprir algum imprevisto.

Mas, como acho que você, assim como eu, não temos um milhão para deixar investido e tirarmos os 5.000,00 líquidos por mês a sugestão é aplicar a um valor proporcional.

Por exemplo, posso economizar 500,00 por mês? Então vou economizar durante um ano, deixando aplicado em algum tipo de investimento que me dê condições de sacá-lo a hora que eu precisar. Exemplo, CDBs, com liquidez diária, Tesouro Direto e até mesmo a poupança. em 12 meses, você terá os $ 6.000,00 para gastar e poderá fazer a estratégia apontada acima. Mais uma pequena quantia pelo rendimento. 😄.

Então de 500,00 em 500,00 a gente consegue viajar.

Lembre-se, se você não tem condições de arcar com uma viagem de $ 10.000,00 então faça uma viagem que caiba no seu orçamento. É melhor ir para um destino em que você descanse e curta do que passar necessidade em terras estrangeiras meramente por status, de “viajei para o exterior”. Ou, poupe os 500,00 mensalmente por quase dois anos que você consegue ir lá. Até a próxima. 😎

Se você gostou do nosso breve planejamento financeiro de viagens deixe um curtir aí embaixo. Comente, apoie este blog.

Clique no nosso mapa abaixo para saber mais sobre os países.

AFRICA ASIA EUROPE NORTHAMERICA OCEANIA SOUTHAMERICA

 

Deixe aqui seu comentário