Costa Rica O país que fez a escolha certa!

Costa Rica, o país que fez a escolha certa!

Ah! A Costa Rica, este país que já na minha primeira viagem para lá me surpreendeu acima das expectativas! E que escolha certa foi essa que eles fizeram? Eu conto para vocês agora. 

Sobre como viajar durante a Pandemia?

Antes de falar sobre a Costa Rica cabe falar sobre como fazer sua viagem para fora do Brasil. E já te adianto que é necessário planejamento e obediência às normas sanitárias! Não adianta você ser “Ministro da Saúde” ou “jogador de futebol” e não obedecer as normas sanitárias do país de destino.

Então, atualmente as regras sanitárias estão em constante mudanças, e isso pode tornar o planejamento um pouco mais difícil. Então resolvi falar sobre o mínimo para você viajar, neste caso aplico à Costa Rica, mas é válido para outros destinos:

 

Faça uma pesquisa nos sites:

1- Do ministério da saúde do país de destino, a maioria exige que você preencha e apresente um formulário de saúde. O da Costa Rica é este aqui: https://salud.go.cr/
2- Também no Ministério das Relações Exteriores do seu país de origem para saber como está a abertura de fronteiras entre o seu país e o país de destino. o MRE Brasileiro é este aqui: 
3- E se você é Brasileiro, também o site da ANVISA. Atualmente é o que temos de mais confiável. Inclusive tão atuante que deportou jogadores Argentinos que estavam no meio de uma partida aqui no Brasil, por terem apresentado informações falsas. E recentemente colocou uma condição para o próprio ministro da “saúde” brasileiro de entrar no Brasil, por apresentar o Exame de COVID19 positivo.
O Site da Anvisa para declaração do viajante é este aqui:
https://formulario.anvisa.gov.br/index.php/39183?lang=pt-BR

4- Lembre-se que nem só de COVID19 vive uma legislação sanitária existem outras vacinas necessárias para uma boa parte de países. A número 1 ainda é a de febre amarela, outros países exigem também a da H1N1, etc, mas se vc quer saber um pouco mais, falo neste post aqui:

Entrando na Costa Rica

Máscara protetora contra COVID-19

Bom, passado a burocracia, formulários estavam ok, as vacinas estavam ok, o teste PCR-RT negativo estava ok! O formulário de saúde para entrar na Costa Rica estava ok!

Ufa, depois de tudo isso apresentado na fronteira do Aeroporto, mais o seguro viagem! Recebi o sonhado carimbo de visto de turista! E duas expressões que o gentil atendente falou e me chamariam a atenção durante toda a viagem.

São elas: “Pura Vida” que é bem isso mesmo! Pura vida. É quase uma filosofia de vida na Costa Rica.

E a segunda expressão foi: “Com muito gosto!” (Con mucho gusto) Em português o equivalente é: “de nada” após um: “Obrigado”. Ou sendo um pouco mais assertivo, “com prazer”!

Estas duas expressões marcariam essa viagem.

Ideias com Café

Conhecendo a Costa Rica

Eu estava bem cansado após um voo de praticamente um dia (considerando a conexão e o atraso por motivos não divulgáveis neste blog). Então tudo o que queria era chegar no Hotel. Assim precisei ir de San José, a capital, até Jaco a cidade em que me reencontraria com o Oceano Pacífico. A primeira coisa a se fazer ao sair do aeroporto é… abraçar o calor! Sim, a Costa Rica é um país quente e úmido (mais ou menos como o nosso Amazonas e Pará!) E você será abordado por muitos vendedores de pacotes turísticos. Mas no meu caso, eu não estava muito pronto para o turismo, estava querendo um banho e uma soneca. Felizmente encontrei um guia turístico que iria me salvar…

Meu plano inicial era tomar um uber até o terminal de ônibus da Costa Rica e de lá seguir para a cidade de Jacó. (mas o meu corpo não sei se aguentaria mais 6 horas de viagem, afinal houve um atraso no Panamá o embarque da conexão, fazendo com que a viagem durasse bem mais que o previsto.

Foi aí que encontrei o Kiko!

A honestidade Costarriquenha

Ao contrário dos demais guias turísticos que te abordam oferecendo um pacote de turismo. O Kiko provavelmente viu minha cara de cansado e estava segurando uma placa para Jaco (que era meu destino) ele me abordou em inglês (língua um pouco mais familiar para mim) e disse: “Olha eu posso fazer uma viagem direto para Jacó, sem ser via pacote turístico ou nada.” O meu preço é “este” e vamos levar cerca de 1 hora e 40 minutos.

Eu ainda meio zonzo e pensando no meu planejamento perguntei a ele quanto ele faria para me levar até a estação de ônibus de San José. Ele disse:

 – “O valor é x” e levará uns 20 minutos. Mas me escute, de ônibus para Jacó você provavelmente demorará cerca de umas 3 horas ou mais. Isso considerando que você consiga pegar um ônibus assim que chegarmos. Por causa da pandemia da COVID19, as frotas estão rodando com apenas 50% da capacidade. E a estação de ônibus fica para aquele lado, Jaco fica para este lado. Se pegarmos logo a estrada, mais cedo você chegará ao seu destino!

E nem preciso falar que ele estava certo! É dessa honestidade que precisamos mais no mundo. O que acabou me levando a uma “máxima” na viagem. Se um costarriquenho te diz uma coisa, escute ele! (ou ela). Eles provavelmente estão falando a verdade. E aqui eu estendo o meu agradecimento a todos os demais costarriquenhos que encontrei ao longo desta primeira viagem pela Costa Rica, parabéns por terem sempre sido honestos e amáveis com este turista!

A escolha certa de Costa Rica

É toda esta amabilidade e honestidade não vieram por acaso. Em um dos passeios turísticos que fiz por lá, o guia me falou que fazia mais de 70 anos que a Costa Rica abdicou de suas forças armadas, do seu exército e passou a investir toda essa verba em educação e saúde. O que aconteceu foi uma alavancagem do país e uma sensação de bem estar acima da média latino-americana. O pensamento foi bem racional de fato. O Governo gastava muito com a parte militar, sem que a Costa Rica tivesse em guerra de fato. Então por que não eliminar estes gastos e focar onde mais estavam precisando? (saúde e educação).

E foi assim que em 1948 a Costa Rica aboliu o seu exército para focar no que era mais importante para o seu povo.

Hoje, eles celebram essa decisão acertada e fazem uma festa nacional da abolição do exército. São mais de 70 anos e a educação e amabilidade pode-se dizer que é sentida em todo o território Costarriquenho.

A medida também trouxe uma estabilidade política. E um maior senso de comunidade. Durante minha estadia em 3 cidades diferentes, (Jaco, La Fortuna e San Jose) é possível ver um povo que sabe respeitar as leis sanitárias, é possível ver a preocupação deles em conseguirem se vacinar o quanto antes e também o apoio dado próximo aos postos de vacinação.

O Kiko (este do vídeo) me falou que eles estavam um pouco receosos pois a taxa de CONTAMINAÇÃO estava chegando a 2.000 por dia! Eu fiquei espantado! Porque no Brasil a nossa taxa de MORTALIDADE já havia ultrapassado os 2.000 por dia. Olha a diferença de pensamento dos ministros da saúde e da cultura dos países!

É, provou-se nessa pandemia que generais, coronéis e capitães são ineficazes numa guerra contra um inimigo comum, o vírus da COVID-19 e suas variantes.

Será se não estaria na hora do Brasil aprender um pouco mais com a Costa Rica e começar a abrir mão da estrutura do exército? De focar em saúde e educação?

Bom eu deixo aqui a reflexão, até pq depois daquele “desfile” de 7 de setembro de 2021, na praça dos três em Brasília, tudo que vimos foram tanques sucateados que soltavam mais fumaça do que andavam… algo triste de se ver. Quem sabe ir abrindo mão do exército, dos potes de leites condensados e das teorias da conspiração, não fizesse o Brasil parar de afundar e começar a sair do atoleiro?

Em um novo post falarei sobre os destinos, por agora só gostaria de registrar que temos um caso de sucesso, mas que não veio da noite para o dia, foram + de 70 anos, investindo continuamente em saúde e educação. E como dizem os costarriquenhos, eles chegaram no estado de “pura vida e con mucho gusto.”

 

Pura Vida

História

Rômulo Lucena Visualizar tudo →

Compartilhar experiências de viagens, trazer um bocado de cultura e história para você poder fazer sua viagem mais tranquilo.
A gente faz a primeira viagem e você vem com a gente.

Deixe aqui seu comentário

%d blogueiros gostam disto: