Em um post anterior fizemos uma entrevista com uma peruana e com uma turista brasileira sobre o Peru. (Você pode acessar essa ótima entrevista clicando aqui).

Por conta dele resolvi trazer uma curiosidade sobre o chá de coca peruano.

O Chá de coca

A primeira curiosidade é que lá o chá de coca é tomado da mesma forma que o cafezinho é tomado no Brasil, ou seja, é cultural.

Devido à altitude por conta da Cordilheira dos Andes e demais montanhas; em pelo menos metade do território peruano (que fica acima de 2.500 metros de altitude) o chá da folha da coca é tomado para aliviar o mal estar como: náuseas, dificuldade de respirar e as dores de cabeça.

subir a montanhaTodos estes sintomas citados podem ser efeitos causados pela altitude. (Chamados de o mal da montanha.) Daí a importância da folha de coca e suas propriedades anestésicas.

 

Antes que alguém se anime a ir para lá e ache que vai ficar curtindo um “barato legal” ou uma “brisa”, ou efeitos alucinógenos em geral por conta do chá, a resposta é… não, você não vai ficar “high”.

A Cocaína

Quem dá estes efeitos alucinógenos é a cocaína, processada e usada como droga em altíssimas quantidades. O chá, não vai causar esse efeito, mas vai ajudar na respiração e aliviar os sintomas da altitude. (O mal estar da montanha).

A folha de coca possui cerca de 14 compostos químicos, a maioria é chamada de alcaloides. E o pessoal só destaca a cocaína. Os demais contém, cálcio, ferro e fósforo e vitamina A (sim, a folha de coca equivale a um danoninho e é sem lactose).

Além disso  a folha de coca atua como prevenção de úlcera e gastrite, também melhora o funcionamento do fígado e vesículas. E é importante lembrar que ela não vai te curar de tudo isso, ela te ajuda a melhorar. Da mesma forma que quem come cenoura com betacaroteno não fica curado de uma miopia ou astigmatismo, ou quem escova os dentes não fica curado de cáries, mas tem nestas ações um efeito preventivo; quem toma chá de coca não fica curado de úlcera, da gastrite e nem fica com efeitos alucinógenos.

Claro que há pessoas viciadas em chá de coca, por conta do composto da cocaína, talvez a droga de mesmo nome tenha surgido daí. É preciso se atentar para não ficar dependente dele.

Café

Cafezinho

Quanto ao café ele também é composto por alcaloides, outros diferentes do chá de coca, obviamente, e também possui cálcio, ferro e fósforo e vitamina C.

Também serve como estimulante, combate dores de cabeça, diurético, combate vertigens.

Mas só se fala da cafeína também. Já inventaram até um café descafeinado, Mas não inventaram um café sem cálcio, sem ferro ou sem vitamina C.

 

Cafeína

A Cafeína costuma ser a vilã do café, mas também é sua impulsionadora de consumo.

Ela também pode ser viciante, há pessoas que só conseguem ir trabalhar depois de 2 ou 3 xícaras de café. E ainda continuam a tomá-lo durante o dia. Para alguns o hábito trouxe a insônia, já que se toma o café ao longo do dia e as concentrações de cafeína se acumulam no organismo. Mas tem pessoas que tomam café a tarde ou a noite e não sentem problemas para dormir.

Falando Sobre Cultura Sul Americana

Portanto se você for ao Peru, Bolívia, Chile ou outros países que tenham uma altitude acima de 3.000 metros tome um chazinho de coca, masque a folha isso vai te ajudar muito!

E se você vem ao Brasil, Colômbia, ou Argentina, tome o nosso cafezinho, que é o equivalente ao chá de coca, também é da cultura brasileira, aliás não só brasileira, mas sul-americana, e de muitos outros países, incluindo os europeus.

E você também não vai ficar sentindo uma “brisa”, ou com alucinações por conta do café.

Tomado da forma cultural e em quantidades razoáveis, você provavelmente se sentirá mais disposto.

O Exagero

Tanto a cafeína quanto a cocaína são substâncias estimulantes. E o que as classifica como drogas é justamente o exagero. Assim temos pessoas viciadas em cocaína e outras em cafeína. Ou em chá de coca, ou em café.

Mas não custa lembrar que tudo demais é veneno. Se tomar café demais vai ficar com taquicardia, se tomar chá de coca demais vai ter dor de barriga.

Agora se você for atleta profissional e estiver em competição, aí você não pode tomar nem uma coisa nem outra. Pois os exames anti-doping vão acusar tanto a cafeína quanto a cocaína como substâncias proibidas.

Mas se você está curtindo as férias nestes países ou vai escalar uma montanha, ou se proteger do frio, então experimente o sabor da cultura local, um cafezinho te aquece e desperta. Um chá de coca também te ajuda a sentir um bem estar. E viva a cultura andina.

E é isso, este é um post simples com um pouco mais da cultura do nosso continente (América do Sul).

Aliás, como última dica para um marinheiro de primeira viagem que estiver se deslocando pela América do Sul e quiser provar tanto o café colombiano, quanto o chá peruano deixo o link da Bookaway em que é bem simples e fácil agendar uma viagem online. Observação, é possível mudar o idioma clicando na bandeirinha.

https://bookaway2.go2cloud.org/SH5

Um abraço e até a próxima.

AFRICA ASIA EUROPE NORTHAMERICA OCEANIA SOUTHAMERICA
Anúncios