Primeira viagem à Lituânia – Vilnius – Revendo bons amigos

O que mais me marcou ?

Reencontrar minha amiga da Bielorrússia, que mesmo grávida, cruzou a fronteira apenas para rever o velho amigo brasileiro esta foi uma experiência única. E ela ainda trouxe muitos presentes! Um pino e um cartão postal de Minsk, e alguns bonecos da Bielorrússia para dar sorte. (Ah e também biscoitos de queijo de Minsk.) Obrigado pelo carinho, você realmente sabe surpreender as pessoas! Fiquei até um pouco sem graça, já que viajo só com a bagagem de mão (e já vinha de outros países) e não levei nenhum presentinho para ela. Poxa Rômulo! Você tinha um trabalho a fazer… fiquei na dívida. Então põe na conta da amizade. hehe.

Aliás, se você quiser conhecer um pouco mais sobre a Kate, deixo aqui o link de uma entrevista que ela já deu para este blog. o 1aviagem.com!

Kate, apenas continue sendo essa pessoa brilhante que você já é e que sua família tenha muitas bênçãos pela frente!

Ficamos envolvidos pela conversa e fizemos um brinde com suco de maçã! (Kate já estava no oitavo mês da gestação!) E no final ainda comemos no McDonald’s de Vilnius, antes dela partir novamente para sua casa.

É tão boa essa sensação de reencontrar bons amigos, em especial aqueles que moram longe, mas com os quais não perdemos o contato. Não é mesmo?!

Aqui vai um pequeno “merchan” para o McDonald’s, nem é pago nem nada! Mas para mim esta rede de fast food tem sido bem presente em diversas viagens, seja no muro de Berlim, na Bélgica com alguns amigos, na Rússia com outros amigos e mesmo no Brasil! É uma rede de restaurantes em que é barata, e possível sentar na mesa e conversar. E em momentos de fome, dá para matar a fome. Mas o crédito de fato vai para as pessoas, para os amigos com os quais sentei a mesa no McDonald’s. E também para as boas memórias feitas nas conversas. Obrigado por tudo. É muita história, deixemos este bate papo para depois.

Falando sobre a Lituânia.

O Rei Mindaugas foi o primeiro e único rei do país. (1203 a 1263) E ele foi basicamente o fundador da Lituânia. Mas em 1865 até 1904, o país foi invadido e dividido entre três potências vizinhas. O Reino da Prússia, o Império Russo e o Império Austríaco. Com isso a língua nativa foi banida e muitos livros queimados. Mas alguns livros escaparam e alguns professores ainda lecionavam a língua lituana para alguns alunos, mesmo que de forma velada. E o que isso tem demais? O idioma lituano é um dos mais antigos do mundo, e é um pouco difícil de falar e ler, ainda mais por conta deste período de banimento.

Mas em meio a primeira guerra mundial, a Lituânia conseguiu sua independência novamente. E assim era um país livre de novo. O que durou pouco, já que na segunda guerra mundial (1940) a Lituânia foi invadida por alemães e soviéticos, sendo posteriormente anexada à União Soviética (URSS). Tendo que buscar novamente a sua independência em 1990, nem mesmo o nazismo ou a União Soviética puderam deter os lituanos do seu desejo por independência e liberdade. E assim, permanecem livres e independentes até os dias atuais. E de 2009 a 2019 Dalia Grybauskaité foi a primeira mulher presidente e reeleita, ficando 9 anos no cargo (lembrem-se da teoria dos Maias, clique aqui para saber mais). Atualmente o presidente é Gintanas Nauseda desde 2019 até agora.

Os Lituanos adoram jogar basquete. E a seleção de basquete deles se tornou mundialmente famosa e reconhecida, em especial por ter vencido a final contra o “Dream Team” americano nas olimpíadas em 2004.

Culinária.

O prato tradicional da lituânia se chama “cepelinai” (lembra um Zeppelin partido ao meio). É feito com batatas e carnes dentro das batatas, cozidos e cobertos por um molho cremoso.

Lugares para Visitar

O famoso castelo Trakai, que fica a 28 km da capital e é rodeado por lagos. Ele ainda preserva as formas medievais em que foi construído. do século XIV O lugar parece um cenário de filme medieval. Há saídas de ônibus ou vans de Vilnius até Trakai. Vou deixar a foto do tour abaixo e o site. Comprando pela internet você ganha 5 euros de desconto.

https://www.vilniuscitytour.com/en/tour-to-trakai

A Capital - Vilnius

Em Vilnius você pode ter uma vista panorâmica da cidade e ver a diversidade das arquiteturas misturadas que vai desde o século XIV até os dias atuais. Aliás o lugar parece ter mantido alguns costumes mais tradicionais, nas casas, nos castelos, nos fortes, igrejas, sinagogas. Talvez isso explique o porquê dos habitantes serem um pouco tímidos para dar informações. Eles entendem o inglês, mas na resposta eles ficam um tanto mais contidos. Mas vamos nos lembrar que a língua nativa é o Lituano que também vem de muito tempo. Quanta tradição hein?!

Bicicletário

E esta foi a melhor decoração de bicicletário que eu já vi. Disseram que na época a decoração foi feita para a divulgação do filme: “Kong a ilha da caveira”, mas ficou tão boa que deixaram lá por mais tempo, não sei se continua até hoje, mas estava até a época em que fui (2019).

Falando em cinema, a capital atrai muitas empresas, em especial as startups (em 2019 foi considerada a cidade número 1 para atrair pequenas empresas do mundo, isso dito pelo The Financial Times) e a conexão da internet é uma das mais rápidas do mundo. Além disso os cenários cinematográficos para filmes de época também favorecem a gravação de alguns filmes por lá.

O transporte público tem diversas opções e custa apenas 1,00 Euro para se movimentar. (dados de 2019).

Ticket

Gediminas Tower

É um dos pontos mais altos do centro da cidade. É possível subir uma escadaria bem íngreme até a base da torre. E de lá apreciar a vista. Agora se você quiser entrar na torre de 600 anos que hoje funciona como um museu histórico é preciso pagar 5 euros (2019). Dizem que a vista de cima da torre é fantástica, mas já me contentei com a base mesmo. Ela é mais alta do que parece ser.

Gedminas Tower

Catedral e Palácio de Grãos duques

Hoje são usados majoritariamente como locais para apresentações, de conferências e teatro, uma vez que Vilnius é a capital de um país e não mais de um Grão ducado. Mesmo assim, mantidas as fachadas externas, e um museu (tem inclusive a coroa do duque que se tornou Rei). para preservar a história do lugar.

Teatro

Rio Neris

O Rio Neris que liga a Bielorrússia e a Lituânia com seus 510 km de curso de água. E é possível fazer um passeio de barco por ele. Em suas margens está escrito de um lado com flores: “Eu te amo” E do outro lado da margem do rio tem a resposta: “Eu te amo também”. É como se a mensagem de amor pudesse chegar a todos os habitantes, assim como a água que chega em suas casas. Eu não sei quem teve a ideia, mas isso foi bem-feito! Levar mensagem de amor aos habitantes de uma cidade, ou de duas nações, se considerarmos toda a extensão do rio.

Foto: commons.wikimedia.org
Foto: curioustovisit.com/

Balonismo

Vilnius é um dos lugares do mundo em que você pode voar em um balão e ver praticamente toda a cidade de cima. O terreno é bem plano e dependendo das condições climáticas esta pode ser uma boa pedida. O valor de 2019 estava em 100,00 Euros. E o vôo durava de 3 a 4 horas. Lembrando que depende das condições climáticas para ser realizado.

Three Cross Monument

E esta é uma última dica sobre Vilnius. Caso você não queira fazer o Balonismo você pode visitar um destes dois lugares que também verá a cidade do alto. O Three Cross Monument ou a Gediminas Tower (que falamos anteriormente). Felizmente Vilnius tem uma topografia plana, dessa forma estes dois pontos se destacam bastante no alto e a vista é bonita deles também.

E vamos ficando por aqui, até o próximo post! 😉

AFRICA ASIA EUROPE NORTHAMERICA OCEANIA SOUTHAMERICA

História

Rômulo Lucena Visualizar tudo →

Compartilhar experiências de viagens, trazer um bocado de cultura e história para você poder fazer sua viagem mais tranquilo.
A gente faz a primeira viagem e você vem com a gente.

Deixe aqui seu comentário

Seguir

Olhe seu email e confirme

%d blogueiros gostam disto: