Por que a terra do papai noel é tão legal? – Finlândia – Helsinque

Eu sei que ainda falta um pouco para o Natal, mas deu uma vontade de escrever sobre a terra do papai noel e por que não falar da minha primeira viagem para lá? Então vamos falar um pouco sobre os finlandeses, este povo eficiente e solidário.    

Como cheguei à Finlândia?

A minha primeira viagem à Finlândia ocorreu por acaso. Meu destino na verdade era a Rússia, mas como havia encontrado uma promoção de um tour que começava em Helsinque e se dirigia à Rússia (e que cabia o bolso), pensei… Por quê não conhecer a Finlândia também? Já que iria partir de lá a nossa excursão… Fiz uma boa pesquisa de preços e encontrei um aéreo que sairia do Brasil até o Aeroporto de Helsinque Vantaa (Finlândia). Coloco os simuladores que usei neste link.

A eficiência finlandesa.

Claro que depois de um aéreo cansativo, com conexões e toda a parte fronteiriça, tudo que a gente quer é chegar no hotel. E eu em pensamentos dizia: “Bem que poderia ter contratado um transporte para o hotel…” O cansaço começava a se manifestar. Quando de repente, ao sair do aeroporto, vejo um ônibus parado me esperando, escrito: “Free ride to  our Airport Hotels”. que em tradução livre é: “Transporte grátis para a nossa zona hoteleira próxima ao aeroporto”. E foi aí que conheci o primeiro milagre de natal!

Após a chegada em cerca de 2 minutos já havia feito o check-in no hotel e estava em uma cama muito boa, não bastasse isso, ainda ganhei uma balinha e eles ainda aceitavam pets (animais de estimação) no hotel! Eficiência, agilidade e mimos. É isso que um turista gosta! Já começava a me encantar pelo local. Aliás, é tanta agilidade que é por isso que o Kimi Räikkönen representa tão bem o seu país.

Direitos Sociais

Algo que me chamou atenção em Helsinque foi a sensação de segurança e igualdade entre as pessoas. Elas sempre estavam dispostas a ajudar o turista, seja a encontrar um lugar, seja indicando um ônibus para retornar ao hotel. A mesma coisa acontece em relação aos estudantes. Foram construídas habitações estudantis. A ideia é que ninguém deve deixar de estudar por não conseguir uma moradia próxima da universidade. A barreira da mobilidade estava vencida. Muitas vezes os vizinhos e a sociedade local ajudaram na construção. Assim, os preços dos apartamentos ficaram mais baratos para os estudantes. (Sim, parece que a maioria dos estudantes é quebrado financeiramente, em qualquer lugar do mundo). Mas isso se dá pela filosofia de que estes estudantes serão um bom capital humano no futuro e assim, poderão ajudar a comunidade. Então hoje eu te ajudo para amanhã você me ajudar. Talvez por esta razão a Finlândia se destaca entre os melhores países do mundo para startups. Eles priorizam a tecnologia. Não é difícil imaginar o porquê de jogos famosos terem sidos criados lá. Como exemplo cito o “clash of clans” e o “Angry Birds”. 

E neste pensamento de que tudo deve ser acessível a todos a igualdade vem sendo buscada na Finlândia. E foi lá que Linus Torvalds criou o Linux, pois ele imaginou que nem todo mundo conseguiria pagar as licenças da Microsoft. Assim, disponibilizou o núcleo de seu sistema operacional, apelidado de Linux para que as pessoas pudessem ter um computador pessoal em casa com um Sistema Operacional que funcionasse de forma estável e gratuita. Isso na forma de software livre. (Provavelmente Linus morou em um destes apartamentos estudantis). E assim as coisas finlandesas se desenvolvem e fazem sucesso em todo o mundo. Mostrando a importância de ter um bom capital humano nas universidades.

A Finlândia é um país é Bilingue

Ainda dentro dos direitos sociais destaco que a Finlândia possui 2 línguas oficiais, o finlandês e o sueco. Isto se dá por não quererem impor a ninguém uma língua. E como parte da população veio da Suécia… resolveram manter os 2 idiomas como oficiais. Além disso tem também o o Lapão, que tem suas tradições e línguas respeitadas acontecendo uma integração de costumes naturalmente com os demais habitantes da Finlândia. Então são pelo menos 3 idiomas falados no país, isso sem contar o inglês! Que aí já seriam 4 idiomas. Eita povo que gosta de aprender novas línguas.

O que os Lapões tem a ver com o natal?

Os lapões são os habitantes nativos das terras da Finlândia (também da Suécia, Noruega e um pouquinho da Rússia). Seriam equivalentes aos indígenas no Brasil. Acontece que os Lapões também se chamam povo Sámi (ou Sami) e se você já assistiu ao filme: “Frozen 2” da Walt Disney já entendeu que a Elsa e a Anna foram conhecer justamente o povo Sami. E o que eles tem de especial? Eles são os criadores de Renas. E renas são os animais que puxam o trenó do papai noel. Então se não fossem pelos lapões, Que vivem na Lapônia, terra do Papai Noel, não seria possível a entrega de presentes no natal! (Até nisso os finlandeses estão envolvidos).

Let it Go...

Você quer visitar a casa do Papai Noel?

E como não poderia faltar, para quem quiser visitar a “verdadeira casa do Papai Noel, com renas de verdade e ajudantes lapões é possível fazer isso na região da lapônia na Finlândia. Segue o link para visitar o vilarejo do Papai Noel (Santa Claus, São Nicolaus, etc… são vários nomes para o bom velhinho.) Segue o link do Santa Claus Village.

E só lembrando que apesar do papai noel com suas renas voadoras serem criações finlandesas, a árvore de natal é criação dos letões como você pode conferir neste post aqui do blog.

E por fim, é possível pegar uma temperatura mais amena, de +16 ºC se você for à Helsinque no mês de agosto, setembro e outubro. Nestes meses acho que a Elsa sai de férias de lá, então fica mais ameno o clima.

Vou ficando por aqui. Se você gostou não esquece de seguir a gente no botão vermelho aí do lado e comentar o que achou aí embaixo. Até a próxima.

AFRICA ASIA EUROPE NORTHAMERICA OCEANIA SOUTHAMERICA

História

Rômulo Lucena Visualizar tudo →

Compartilhar experiências de viagens, trazer um bocado de cultura e história para você poder fazer sua viagem mais tranquilo.
A gente faz a primeira viagem e você vem com a gente.

Deixe aqui seu comentário

Seguir

Olhe seu email e confirme

%d blogueiros gostam disto: